15.9.06

Five Years

Saudade de sentar sozinho em uma praça para sentir saudade. Saudade de escrever para matar o tempo. Saudade de quando eu começava a escrever bem por aqui. Saudade de fotografar. Saudade de segurar todas aquelas fotos no papel. Saudade de quando minha vida não era esse louco ciclo Drummondiano. Tenho até saudade de um tempo que não foi. Saudade de ser um belo de um ignorante. De não ter consciência de nada. Saudade de sonhar. Saudade de ser ingênuo. Saudade de acreditar em um monte de coisas. Saudade de quando eu era menos melancólico. Mas é só saudade. E saudade, saudade também passa.

6 comentários:

Treis disse...

Olá Lúcio!

não sei como descobri o teu blog, mas desde esse dia tenho passado por cá várias para ver as tuas "lascadas no léxico". Saudade é sempre um tema que me toca, tal como boa portuguesa que sou!

beijos

l. disse...

Olá, Treis. Isso aqui já foi um blog bué fixe, principalmente na época em que eu vivi em Lisboa! :D Mas se você estiver gostando do jeito que está agora, seja bem vinda! l.

D. disse...

e eu que tenho saudade de algo que ainda não aconteceu?

sedotec disse...

sempre passa mesmo.

GIOVANNA disse...

Adorei essa sua saudades passageira.parabéns pelo blog!

carmella disse...

Eu tenho saudade, muita saudade de um certo canalha...