28.11.05

Quem vive de passado é mané.

"Hoje resolvi entrar na internet para ler um pouco como foram as comemorações do ano novo no Brasil. Como sempre faço, entrei na página do Correio Braziliense. E me deparei com a imagem da capa da edição de hoje: uma multidão na posse do Lula. Quem me conhece bem sabe que não sou petista mas muito nacionalista, no sentido mais democrático da palavra. Quero o bem do meu país acima de tudo. E foi com um aperto no coração que li os textos sobre a posse do nosso novo presidente. É uma sensação diferente quando se está longe e percebe as transformações da sua terra natal. Por aqui, todos que conheço me perguntam sobre os rumos que o Brasil vai tomar agora e sempre falo da esperança que todos depositam nessa mudança. E foi essa esperança, vista nas fotos da festa da posse que me comoveu. Aqui, em um cibercafé, com mais de 100 pessoas, tive que me controlar pra não escapar uma lágrima verdadeira de emoção. Mais ainda, por que sei que, dando ou não certo as coisas por aqui, voltarei com certeza pro Brasil. Por que não sou um fugitivo, como costumo dizer aos que me perguntam o porquê da viagem, sou um embaixador.

E vou fazer minha parte, mesmo na Europa, pro Brasil de uma vez por todas dar certo.

Abraços cheios de esperança,

Lucio Caramori."


Mensagem enviada à meus amigos no Brasil. Barcelona, 02 de Janeiro de 2003.

E olha que isso não foi o pior que encontrei nos meus aquivos...

Um comentário:

Lili Cheveux de Feu disse...

Se esse é um dos piores... fico imaginando os melhores. Digo: não há nada de pior aqui. nao mesmo.